Com recurso destinado por Mosquini, DNIT inicia estudo de solo para duplicação da ponte do rio Jaru

16 de Junho de 2020 Fonte::

A empresa Consol, realiza um estudo de solo nas proximidades da ponte do Rio Jaru, perímetro urbano do município, para dar continuidade no projeto que visa a duplicação da ponte. A boa notícia foi confirmada pelo Deputado Federal Lucio Mosquini, que viabilizou recurso de R$ 10 milhões para execução da obra.
A empresa Consol foi contratada pelo DNIT para realizar o estudo de solo, o objetivo é definir qual será o melhor tipo de fundação para elaboração do projeto.
O Deputado Lucio Mosquini, idealizador do projeto, ressaltou que além da duplicação da ponte, a obra contemplará a duplicação das marginais que dão acesso a ponte. Será um projeto grandioso que certamente embelezará a cidade e trará mais segurança aos que trafegam por aquele perímetro diariamente.
Segundo o Parlamentar, a obra total está estimada em mais de R$ 20 milhões, no momento está sendo elaborado o projeto executivo fazendo o estudo de viabilidade técnica quanto a configuração da duplicação.
O estudo preliminar vai apontar se será realizado a construção de uma ponte paralela ou o alargamento da atual ponte.
Mosquini destacou que o projeto contempla a construção de uma passarela de pedestre e uma ciclovia. A elaboração do projeto está prevista para o final do ano de 2020, e o início da execução da obra para o ano de 2021 com término em 2022.
Além da duplicação da ponte está previsto o encabeçamento nas duas margens da pista duplicada, ou seja, a entrada e saída da ponte também serão duplicadas.
“Nesse momento, o DNIT através de seus técnicos contratou uma empresa que está fazendo uma sondagem do solo, de até 20 ou 30 metros de profundidade, para conhecer o tipo de solo onde serão fincadas as estacadas da ponte”, disse o Deputado.

Comentarios