Pastor que chamou fiéis negros de “sujos” pede perdão, após repercussão de vídeo

21 de Junho de 2020 Fonte::

O pastor Rodrigo dos Santos, líder da Igreja Batista do Calvário em Toledo, no Paraná, usou as redes sociais nesta quarta-feira (17/06) para pedir perdão pelas falas consideradas racistas proferidas por ele e pela esposa, Jessica Maciel, em live nessa terça-feira (16).

Em sua conta no Instagram, Rodrigo — acusado de racismo após dizer que fiéis negros da sua igreja são “encardidos” e “sujos” — publicou um vídeo e afirmou que suas palavras foram “infantis”.

“Estou aqui para me redimir de um ato grosseiro no qual eu tenho cometido nesta semana, em um vídeo que está circulando. Tive palavras ofensivas e estou aqui para reconhecer cada uma delas”, declarou.

“Não era minha intenção magoar alguém ou ofender alguma, e de forma alguma ser racista. Mas agi com palavras infantis e estou aqui para reconhecer e repugnar todas as minhas palavras. Peço perdão a todas as pessoas que eu tenha ofendido, em especial a comunidade negra”, disse o pastor.

O caso

Em uma live, o casal de pastores Rodrigo Santos e Jéssica Maciel, da cidade de Toledo, no Paraná, causou polêmica nas redes sociais. Eles foram criticados após falas com teor racista sobre os fiéis de uma região pobre da cidade.

No vídeo, Rodrigo Santos diz que conheceu sua esposa em um culto em uma região pobre. O pastor afirma que ficou surpreso ao encontrá-la, por lá ser um ambiente de fiéis “encardidos”, “mais moreninhos” e “meio sujos”.

De acordo com o pastor, ele conheceu Jéssica na Igreja Batista do Calvário, localizada em uma região mais pobre, na Vila Pioneira, em Toledo (PR).

“Pra quem é de Toledo (PR) e sabe… a Igreja Batista do Calvário fica na Vila Pioneira, que é uma região mais pobre, né? E na Pioneira a gente não via loira, né? Como a minha esposa, e quando ela veio pro culto, tipo, destacou, porque o pessoal [da igreja] é tudo assim mais classe pobre, mais moreninho, meio encardido, um povo meio sujo… mas ela veio e essa aí é da Zona Norte, zona mais nobre da cidade…”, afirmou.

Jessica se divertiu com o comentário. “[Um pessoal] Mais moreno, queimado do sol… Ai que dó!”, disse ela.

Nas redes sociais, os internautas fizeram uma série de críticas aos pastores. O vídeo foi apagado das redes sociais deles. 

Veja o polêmico vídeo abaixo:

Léo Pinto@velocirapinto

O amor cristão sempre baseado em pilares bem racistas.

Pastor Rodrigo Santos e Pastora Jessica Maciel.

Apagaram o Instagram mas os nomes a gente não vai esquecer.

Vídeo incorporado

42,6 mil09:44 – 17 de jun. de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads12,7 mil pessoas estão falando sobre isso

Fonte: Metrópoles

Comentarios